Poder e Cotidiano em Sergipe
Monumento Marcelo Déda é inaugurado no Parque da Sementeira 12 de Março 15H:07
PODER

Monumento Marcelo Déda é inaugurado no Parque da Sementeira

Ao inaugurar o Monumento Marcelo Déda, o governador Jackson Barreto ouviu de Eliane Aquino, viúva do ex-governador, um agradecimento especial. Ela ressaltou que a execução da obra só foi possível por conta do compromisso de Jackson Barreto em preservar a memória de Déda.

“Jackson Barreto é um amigo irmão que abraçou o projeto e convocou o Instituto Banese para executá-lo”, afirmou a vice-prefeita de Aracaju ao agradecer emocionada ao governador.

O Monumento Marcelo Déda está cravado no Parque da Sementeira, entre as árvores plantadas por Déda e Eliane Aquino.

A construção do monumento foi feita pelo governo do Estado e pelo Instituto Banese. O Instituto Marcelo Déda colaborou com a logística para implantação do projeto.

A solenidade contou com a presença dos cinco filhos do ex-governador, da sua mãe Zilda Déda, irmãs, do senador Humberto Costa (PE), do ex-governador da Bahia Jacques Wagner, da primeira dama do Acre,Cândida Viana, do vice-governador Belivaldo Chagas.

A data foi escolhida especialmente por ser o dia do 58º aniversário de nascimento de Marcelo Déda, caso ele ainda estivesse vivo.

A solenidade foi aberta com uma apresentação da Orquestra Jovem de Sergipe, que executou "Sonho Impossível", música preferida de Déda de autoria de Chico Buarque.
A inauguração também marca a abertura da programação oficial das comemorações dos 163 anos de Aracaju, que ocorrerá no dia 17 de março.

Jackson Barreto afirmou que o Monumento Marcelo Déda servirá para as futuras gerações, ao visitarem a Sementeira, terem a oportunidade de conhecer um pouco da vida de um homem público que foi uma grande expressão nacional.

“Um homem que muito fez pelo nosso estado, muito fez pela nossa cidade e que marcou a sua vida de forma muito efetiva em defesa da liberdade, da democracia, dos princípios da ética, que é muito importante”, acentuou.

A jornalista Iasmim Déda, filha de Marcelo Déda, considera a homenagem ao seu pai de grande importância para a população.

“Meu pai exerceu diversos cargos públicos e deixou um legado que agora está materializado com essa obra para a população aproveitar. Não é uma coisa distante, está no meio de um parque em que a população terá acesso para conhecer a história dele, as crianças brincarem na fonte. É um monumento vivo em que as pessoas podem interagir e conhecer um pouco da história dele”, afirmou.

Monumento
Sob as árvores que ele plantou junto com Eliane Aquino foram depositadas as suas cinzas e também colocada uma cápsula do tempo com uma pequena biografia dele. À sombra dessa árvore, foi erguida uma estátua, onde ele está sentado num banco e tem às mãos uma representação do jornal ‘A Semana’, de Simão Dias.

Entre as árvores que receberam parte das cinzas do governador, foi implantado um espelho d’água e um grande disco que traz gravado em granito o mapa de Sergipe. Uma nascente foi colocada em cima da localização do município de Simão Dias, terra natal de Marcelo Déda.

Ao redor do espaço do espelho d´água há 53 estrelas, que representam os anos vividos por Déda. Combinadas com o azul escuro do céu, as estrelas acenderão à noite. Embaixo do grande disco, ao centro do monumento, luzes de led darão efeito de que o ambiente estará flutuando em consonância com o toque do vento.

Ao fundo do monumento estão seis painéis, cinco representam cada década vivida por Déda, desde o seu nascimento até o seu falecimento em dezembro de 2013. Os painéis contam informações biográficas do ex-governador.

No meio desses painéis, um poema foi cravado como lembrança da oratória e dos discursos marcantes do ex-governador. Assim como o grande disco, o local também recebeu lâmpadas de led que possibilitarão a contemplação do espaço à noite.

Duas árvores - Pau-Brasil e Ipê - plantadas pelo governador Marcelo Déda e por sua viúva, complementam o monumento. Uma terceira árvore, que fica ao lado, recebeu as cinzas do ex-senador José Eduardo Dutra, falecido em 2015.

*Com informações da Agência Sergipe

Fotos: Agência Sergipe

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.