Poder e Cotidiano em Sergipe
Deputada diz que situação do matadouro de Itabaiana é bem mais grave do que aparenta 28 de Novembro 18H:04
PODER | Por Max Augusto

Deputada diz que situação do matadouro de Itabaiana é bem mais grave do que aparenta

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) disse hoje que a prefeita de Itabaiana, Carminha Mendonça (PSC), tem trabalhado no sentido de sanar as demandas apontadas pela Justiça há algum tempo, na perspectiva de poder reabrir o matadouro do município. A estrutura foi fechada desde que o prefeito Valmir de Francisquinho foi preso, no início deste mês.

Ao tomar posse, Carminha reuniu os representantes dos setores envolvidos, como marchantes e fateiras e foi ao Ministério Público na tentativa de encontrar uma solução para o problema.

“A prefeita não pode, simplesmente, abrir o matadouro, pois estaria incorrendo nos mesmos erros que levaram o então gestor à prisão”, afirmou Maria, adiantando que “a situação é bem mais grave do que o que se pensa”.

Em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, ela contou que tempos atrás foi feita uma reforma sem as devidas adequações ambientais. Maria citou que o projeto contemplava uma caldeira que seria usada para tratar o sangue dos animais.

“Constava no projeto, mas não foi feita porque custava R$ 350 mil”, observou a deputada, lembrando que, à época, foi formalizado um acordo com a Justiça para se fazer os ajustes necessários, mas nenhum ponto foi cumprido.

Agora, observou a deputada, existe uma equipe designada pela prefeita, focada na observância às orientações da Justiça, bem como no cumprimento das deficiências detectadas para que, após saná-las, possa reabrir o matadouro que, há algum período já funcionava sob efeito liminar. “A atual gestão está trabalhando para cumprir o que outrora fora consensuado com a Justiça, pois como bem disse o Juízo em despacho, como está não pode funcionar”, pontuou a deputada.

Solidariedade

A deputada aproveitou para se solidarizar com os marchantes e com todos os trabalhadores do matadouro que, “infelizmente, estão prejudicados”. Ela lembrou que inúmeros empregos diretos e indiretos são gerados e os pais de família, lamentavelmente, neste momento, estão pagando a conta sem que tenham responsabilidade sobre o problema.

“Essa é uma questão que preocupa a todos nós e a prefeita, desde o dia em que assumiu está compromissada em contornar essa situação de modo a garantir tranquilidade a todos os segmentos envolvidos”, disse.

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.