Poder e Cotidiano em Sergipe
Corrida Cidade de Aracaju: mais de 500 participantes vêm de fora do estado 15 de Março 4H:39
COTIDIANO | Por Max Augusto

Corrida Cidade de Aracaju: mais de 500 participantes vêm de fora do estado

A rica diversidade linguística da população brasileira desembarcará na capital sergipana no próximo dia 23 de março, em virtude da 36ª Corrida Cidade de Aracaju, evento que faz parte das festividades do aniversário da cidade. No total, 526 participantes, entre os mais de quatro mil inscritos, virão de outros estados, com o objetivo de conhecer as belezas aracajuanas e disputar os prêmios.

Organizada pela Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp), o evento contará com os percursos de 5km, 10km e 24km. Todos com ponto de partida em São Cristóvão, cidade vizinha e antiga capital do estado.

A Bahia é o estado com mais representantes. Um deles é o tricampeão da Maratona Cidade de Salvador, André Conceição Santos.

O atleta está ansioso por deixar seu nome marcado na história da competição. “Eu espero fazer um grande prova e voltar à minha cidade com um bom resultado. Eu nunca estive em Aracaju e estou doido para conhecer, ouço falar muito bem. É preciso parabenizar pela promoção de um um evento como esse. É uma forma brilhante de celebrar a cidade, pois incentiva a prática esportiva”, destaca.

A soteropolitana Lorena Ribeiro também está contando os dias para visitar a capital. Diferente do conterrâneo, ela não corre profissionalmente. Fará o circuito de 10 km. Além disso, já viu de perto os encantos de Aracaju.

Eu estive na última edição da Corrida Cidade de Aracaju. Todo o grupo de corrida ao qual pertenço está em contagem regressiva para este evento. Se tudo permanecer no mesmo nível do ano passado, com a organização perfeita, pontos de hidratação suficientes e entrega dos kits eficiente, será mais um grande sucesso”, ressalta.

O evento também dará a oportunidade para aracajuanos radicados fora do estado matem a saudade da terra natal, sobretudo em um momento tão simbólico. É o caso de Danielle Mariano, que fará o percurso completo, 24km.

“Eu nasci em Aracaju, mas moro em Recife há dez anos. Estou acostumada a participar de corridas, mas nunca tive a oportunidade de fazer esse trajeto. Vai ser um desafio para mim por conta do número de subidas. Além disso, é muito bom voltar a cidade em uma data tão especial. É uma forma de homenagear ”, garante.

A brasiliense Verônica Torres também destaca a complexidade da prova, por conta do terreno acidentado. Com experiência em eventos internacionais, como no Chile, ela aponta a atmosfera criada em Aracaju, bem como a alegria de poder rever quem ama.

“O percurso da corrida é difícil, o que é bom, pois os atletas são movidos por desafios. A beleza das cidades e a dinâmica, com muita gente apoiando, do início ao fim, fazem com que a gente queira sempre participar. Além disso, eu tenho parentes no estado, então aproveito para visitá-los”.

O cuidado com que a Prefeitura de Aracaju sistematiza a corrida faz com que sua fama se prolifere organicamente entre os amantes do esporte.

“Eu comecei a correr em 2013, através de uma ONG que incentiva o esporte paraolímpico, desde então eu participei de diversas competições, quase 200. Virou um hábito, transformou minha vida. Sempre foi um sonho conhecer Aracaju, pois todos os meus colegas que passaram pela cidade elogiaram muito a organização do evento”, afirma o paulista Genival dos Santos.

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.