Poder e Cotidiano em Sergipe
Vacinação: Belivaldo diz que vai priorizar profissionais da Educação 29 de Abril 8H:44
PODER | Por Max Augusto

Vacinação: Belivaldo diz que vai priorizar profissionais da Educação

Confira também como ficou o retorno das aulas presenciais

O governador Belivaldo Chagas declarou ontem em seu Twitter que pretende iniciar, “o quanto antes”, a vacinação contra a Covid-19 dos profissionais de Educação em Sergipe. “Especialmente dos que já voltaram ou tem data prevista para retornar à sala de aula, e faremos todos os esforços para que isso aconteça!”, escreveu Belivaldo

O governador disse que durante a reunião do Comitê Técnico Científico realizada ontem, quando foi discutido a retomada das atividades presenciais para turmas de 1º e 2º anos do Ensino Fundamental, solicitou aos representantes das redes pública e privada que fizessem um levantamento específico destes profissionais.

“A intenção é de priorizar este público e garantir para toda a comunidade escolar um retorno ainda mais seguro das aulas presenciais”, finalizou Belivaldo.

Aulas presenciais
O Comitê Técnico-Científico definiu ontem o retorno das aulas presenciais, que deverá acontecer a partir do dia 10 de maio, para os 1° e 2° anos do Ensino Fundamental da rede pública estadual.

Anteriormente o retorno estava previsto para o dia 03 de maio. A medida também abrange os 1° e 2° anos do Ensino Fundamental da rede privada, devendo ser assegurado o oferecimento, pelos estabelecimentos de ensino, da opção pelo ensino presencial ou remoto.

Já para a rede municipal fica autorizado o retorno das atividades presenciais, também a partir de 10 de maio, devendo ser atendidas as condições locais de retomada, incluindo séries e datas das aulas presenciais, a serem definidas por cada município.

A mesma data de retorno se aplica para os últimos períodos letivos de cursos do Ensino Superior. Em todos os casos previstos, o retorno às atividades educacionais presenciais deve ser gradual, progressivo e híbrido, respeitando-se as normas de distanciamento social e a limitação de 40% da capacidade de alunos por sala.

O documento frisa que permanecem suspensas as atividades das aulas presenciais dos cursos livres, incluindo cursos preparatórios para concursos, cursos de idiomas e outros afins. Como já vem acontecendo, a proibição de atividades presenciais não se aplica à educação infantil, incluindo creches, berçários e pré-escola; nem às aulas e atividades práticas de cursos do ensino superior e profissionalizante e à manutenção dos serviços administrativos de apoio.

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS
Whatsapp

Receba notícias no seu Whatsapp.

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.