Poder e Cotidiano em Sergipe
Em Sergipe, 3.547 pessoas devem R$ 70,7 milhões ao FIES 13 de Agosto 11H:18
PODER | Por Max Augusto

Em Sergipe, 3.547 pessoas devem R$ 70,7 milhões ao FIES

De acordo com dados do IBGE, cerca de 15% dos brasileiros possuem curso superior completo. Com a expansão do ensino universitário na última década, aumentou o número de pessoas que conquistaram o diploma – mas alguns se veem agora em meio a um novo desafio: pagar as parcelas do financiamento estudantil.

Em Sergipe, 3.547 graduados estão inadimplentes com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) do Ministério da Educação. A soma de todas as dívidas é de R$ 70 milhões.

Em todo o Brasil, são 522.417 mil contratos inadimplentes – com dívidas que somadas chegam a cerca de R$ 11 bilhões.

De acordo com os critérios estabelecidos pelo Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (CG-Fies), por meio da Resolução nº 27, de 10.9.18, são considerados inadimplentes os saldos devedores dos contratos com prestações não pagas a partir do 90º (nonagésimo) dia após o vencimento da prestação, durante a fase de amortização do contrato.

Ainda em Sergipe, a maioria dos endividados estudou principalmente em instituições de ensino que encontram-se no município de Aracaju, onde há R$ 66,3 milhões em dívidas.

Mas há muita gente de Itabaiana, Tobias Barreto, Propriá, Lagarto e Estância. Confira abaixo os cursos com maior número pessoas que não estão conseguindo pagar as parcelas da amortização do contrato – e o valor das dívidas, por curso.

Os endividados cursaram principalmente:

- Enfermagem – 505 contratos e dívida de R$ 15,9 milhões

- Direito – 412 contratos e dívida de R$ 9,5 milhões

- Educação Física – 382 contratos e dívida de R$ 5,4 milhões

- Nutrição – 239 contratos e dívidas de R$ 5 milhões

- Administração – 262 contratos e dívida de 3,5 milhões

As informações foram obtidas através da Lei de Acesso à informação, em questionário enviado pela Fiquem Sabendo - uma agência de dados independente e especializada no uso da Lei de Acesso à Informação (LAI). Quem quiser pode conferir essas e outras informações no site http://www.fiquemsabendo.com.br/

O Fies
O Fundo de Financiamento Estudantil(Fies) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em cursos superiores não gratuitas na forma da Lei 10.260/2001.

Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

Em 2010, o FIES passou a funcionar em um novo formato: a taxa de juros do financiamento passou a ser de 3,4% a.a., o período de carência passou para 18 meses e o período de amortização para 3 (três) vezes o período de duração regular do curso + 12 meses.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) passou a ser o Agente Operador do Programa para contratos formalizados a partir de 2010. Além disso, o percentual de financiamento subiu para até 100% e as inscrições passaram a ser feitas em fluxo contínuo, permitindo ao estudante o solicitar do financiamento em qualquer período do ano.

A partir do segundo semestre de 2015, os financiamentos concedidos com recursos do Fies passaram a ter taxa de juros de 6,5% ao ano com vistas a contribuir para a sustentabilidade do programa, possibilitando sua continuidade enquanto política pública perene de inclusão social e de democratização do ensino superior. O intuito é de também realizar um realinhamento da taxa de juros às condições existentes no ao cenário econômico e à necessidade de ajuste fiscal.

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS
Whatsapp

Receba notícias no seu Whatsapp.

Cadastre seu número agora mesmo!

Houve um erro ao enviar. Tente novamente mais tarde.
Seu número foi cadastrado com sucesso! Em breve você receberá nossas notícias.