Poder e Cotidiano em Sergipe
73,1% dos que desistiram de procurar emprego são pretos e pardos 25 de Maio 6H:50
COTIDIANO

73,1% dos que desistiram de procurar emprego são pretos e pardos

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) através da Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua) e revelam um quadro desolador do mercado de trabalho no Brasil. Entre os que desistiram de procurar emprego, pretos e pardos são a maioria, representando 73,1%. Do total, 23,4% têm entre 18 e 24 anos e 38,4% ensino fundamental incompleto.

O deputado Adelson Barreto (PR) apresentou esses dados na tribuna da Câmara Federal. De acordo com o parlamentar, a taxa recorde de desemprego e dificuldade para conseguir recolocação no mercado de trabalho fazem quase cinco milhões de pessoas desistirem de procurar emprego.

Adelson revelou que a taxa de subutilização da força de trabalho que inclui os desempregados, os subocupados por insuficiência de horas e aqueles que desistiram de procurar emprego, bateu recorde histórico no primeiro trimestre de 2018, chegando a 24,7%.

“Ao todo, são 27,7 milhões de pessoas com força de trabalho subutilizada. Desse total, 13,7 milhões estão desempregados, o que corresponde a 13,1%. Se comparado com 2014, o número de desempregados cresceu 94,2%, o que significa que há 6,6 milhões de pessoas a mais procurando emprego no país”, alertou o deputado.

Segundo Adelson, os dados de subutilização mostram que foi recorde também a taxa de desalento da força de trabalho, tendo um aumento de 194,9% no número de pessoas que desistiram de procurar emprego no primeiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período de 2014.

“O Brasil tem hoje 4,6 milhões de trabalhadores e trabalhadoras que sequer têm forças para procurar uma vaga no mercado de trabalho, depois de meses e meses de tentativas frustradas”, disse o parlamentar, explicando que a maioria (60,6%) vive na região Nordeste, onde 2,8 milhões de trabalhadores estão desalentados.

*Com informações da Ascom do parlamentar

Foto: Divulgação/INSS

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.