Poder e Cotidiano em Sergipe
14 de Junho 9H:43

Ministério da Saúde quer proibir venda de refil de refrigerante em fast-foods

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, assinou ontem (13), novo acordo com a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) para melhorar o perfil nutricional dos alimentos industrializados.

 

A meta é retirar, voluntariamente, 28,5 toneladas de sódio da alimentação dos brasileiros. 

 

Além da diminuição do sódio, outras ações propostas pelo Ministério da Saúde foram: melhorar a rotulagem dos alimentos, alerta para teor de sódio e açúcar; dosador de sal: regular a quantidade de sal a ser servida e proibir a venda de refil de refrigerante.  

 

Segundo estimativa da pasta, o país possui cerca de mil lojas de restaurantes de fast-food que servem refrigerante em refil.

 

O Ministério vai tentar um acordo com as redes para retirar a oferta do refil, caso contrário, terá que enviar um projeto de lei ao Congresso.  

 

A parceria valerá para os próximos cinco anos (2017 – 2022). A primeira cooperação com a indústria está em vigor desde 2011 e tornou possível a retirada de 17 mil toneladas de sódio que seriam consumidas pela população.

 

 Acesse aqui o link da apresentação sobre o novo acordo com a indústria. 

 

O brasileiro ingere atualmente 12 gramas de sódio por dia, mais que o dobro do máximo sugerido pela Organização Mundial da Saúde, que é de 5 gramas.

 

O consumo alimentar impacta na prevalência de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes e obesidade que, juntas com as doenças cardiovasculares, respiratórias e câncer respondem por 72% dos óbitos no país.

 

“Existe, hoje, a necessidade de ajustar os hábitos alimentares dos brasileiros para prevenir a obesidade e doenças como diabetes e hipertensão. Também é fundamental incentivar a atividade física para o brasileiro ter uma vida mais saudável. Esse acordo é uma das medidas que ajuda nesse desafio”, declarou o ministro Ricardo Barros.

 

Com informações do Ministério da Saúde

Foto: Mario Tama/Getty Images

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.