Poder e Cotidiano em Sergipe
4 de Junho 6H:58
PODER

"Fiquei calado para o Estado não ser prejudicado por Temer", afirma Jackson

O governo do Presidente Temer é um retrocesso para o Brasil", afirmou o pré-candidato ao Senado

O ex-governador Jackson Barreto afirmou que à época do episódio de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, preferiu silenciar para que Sergipe não fosse penalizado por Michel Temer. Jackson disse ainda que povo já não aguenta mais Temer.

"Fiquei calado durante o impeachment de Dilma para o Estado não ser prejudicado por Temer", disse JB, durante entrevista à Rede Xodó de Comunicação, no domingo.

Ele também falou sobre o trabalho quando foi governador de Sergipe, pré-candidatura ao Senado e atual momento vivido pelo país

Jackson ressaltou a sua trajetória política. "Graças a Deus não tenho ligação com corrupção. A minha história está ligada a Ulisses Guimarães. Um homem honrado", afirmou o ex-governador.

Sobre o atual momento vivido no Brasil, Jackson criticou a política de preços do combustível.

"O povo não aguenta mais Temer. Como é que um pai de família vai comprar um gás de cozinha no valor de R$80? Acho um absurdo também o aumento da gasolina. O governo do Presidente Temer é um retrocesso para o Brasil", avaliou o pré-candidato ao Senado.

Por último, o ex-governador expôs a sua pré-candidatura ao Senado. "O Brasil hoje está precisando de pessoas de coragem. Graças a Deus sou muito corajoso, por isso não desisti da vida pública. Então decidi ser pré-candidato a senador. Pelo bem do povo!", finalizou Jackson Barreto.

Foto: Agência Sergipe

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

Imagem de Segurança
* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.