Poder e Cotidiano em Sergipe
11 de Janeiro 12H:46

Corpo de Bombeiros detalha ações no combate ao incêndio que atingiu o supermercado Makro

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe, coronel Eduardo Carlos Pereira, concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, 11, no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros. No evento foram detalhados os trabalhos dos militares no incêndio que atingiu o supermercado da rede Makro, na Avenida Tancredo Neves, em Aracaju, na noite de ontem, 10.

 

Foram detalhados na coletiva o protocolo de atendimento, desde a primeira chamada ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) até o início do trabalho dos militares. Catorze minutos foi o tempo resposta da primeira viatura chegar ao local do incidente.

 

Na ação, as unidades do Comando Geral, o posto avançado da praia de Atalaia, Nossa S. Do Socorro, Itabaiana e Estância foram mobilizadas para dar suporte a esse trabalho. Ao todo foram mobilizados 78 militares, 38 estavam escalados em serviços e 40 militares que estavam em folga e se prontificaram a dar apoio.

 

 

Segundo o major Max Oliveira, o primeiro objetivo da corporação foi isolar a área para garantir a segurança local. “A preocupação inicial foi de gerenciar os riscos e iniciar o combate ao incêndio para evitar a propagação para edificações vizinhas, já que sabíamos que não tinham vitimas dentro do Makro naquele instante”, ressaltou.

 

Foram utilizados 800 mil litros de água no combate às chamas e a corporação continua trabalhando. Na ação também foi utilizada uma espuma de forma estratégica para evitar que as chamas chegassem aos cilindros de gás natural. Agora, o Corpo de Bombeiros trabalha com a ação de rescaldo, que é uma operação para evitar a renovação do incêndio. Uma tarefa que deve se estender ainda por algumas horas.

 

De acordo com o comandante do CBM, o incêndio foi considerado como de grandes proporções. “O incêndio se alastrou muito rapidamente. Foram empregadas quatro viaturas de Auto Bomba de Salvamento, que são viaturas mais leves; dois Auto Tanques; quatro Auto Bomba Tanques de cinco mil litros; a plataforma aérea que deu suporte para fazer a contenção e evitar que o incêndio se estendesse para as edificações vizinhas; além da ambulância de apoio para possíveis vitimas”, esclareceu o coronel.

 

Conforme o chefe do Departamento de Fiscalização, Major Morais, o supermercado já teve um processo de segurança contra incêndio dentro do Corpo de Bombeiros. “Atualmente nós não conseguimos constatar a validade do atestado de regularidade. Ou seja, a consulta que nós fizemos através do CNPJ da empresa disponível na internet não consta no nosso sistema. È importante destacar que a responsabilidade dessas notificações é conjunta, tanto dos órgãos de fiscalização, como também do responsável pela edificação”, destacou o major.

 

As informações dão conta que todas as pessoas que estavam no interior do imóvel foram evacuadas pelas rotas de fuga. Na oportunidade, o Comando Geral agradeceu todo o suporte que foi oferecido pela Polícia Militar, SMTT, Deso, Petrobras, Energisa, Samu e os demais órgãos envolvidos.

 

SSP/SE

Foto: Jorge Henrique

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.