Poder e Cotidiano em Sergipe
28 de Novembro 9H:04
SERVIÇO

Aracaju é a capital menos burocrática na hora de empreender

Apesar da crescente necessidade de retomada do crescimento da economia do País, parece que os trâmites burocráticos caminham na contramão dessa meta.

Matéria do Jornal O Globo detalha bem isso. Os números variam de uma cidade para a outra, mas, em média, alguém que pensa em começar um negócio no Brasil leva dois meses só para abrir a empresa. Já para conseguir todas as licenças e alvarás, são mais de nove meses de espera.

Segundo a ONG que fez a pesquisa, demora porque é difícil entender o que a lei pede. Também existem muitos processos repetidos. Por exemplo: licenças similares precisam ser expedidas por órgãos diferentes.

Porém, algumas cidades já caminham para mudar essa realidade. Já tem lei para isso, falta aplicar.

Essas cidades se esforçaram para facilitar a vida de quem quer empreender. Eliminaram etapas e ofereceram muitos serviços online. No topo da lista dos municípios com melhores condições burocráticas estão Aracaju, Fortaleza e Belo Horizonte. Já o Rio, Campinas e São Paulo ficam em último.

Na Capital sergipana, o sucesso dessa empreitada fica por conta da integração promovida pelo projeto “Agiliza Sergipe”, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Junta Comercial, que desburocratizou todo o processo e facilitou a vida dos empreendedores.

Ao constituir uma empresa na Jucese, com algumas exceções, é possível obter a Inscrição Estadual da Sefaz automaticamente, através do Portal Agiliza Sergipe, eliminando a obrigação de acessar o site da Sefaz e de se deslocar até um posto de atendimento do órgão para entregar documentos.

A Rede funciona por meio do Portal de Serviços Agiliza Sergipe (www.agiliza.se.gov.br)

*Com informações da Jucese

Foto: Pixabay

Comentários

  • Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Deixe seu comentário

* CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba do nosso blog muitas novidades.